Vereadora Lourdes Sprenger (Mandatos 2013-2016 e 2018-2020)

2ª Vice-Presidente Câmara Municipal P.Alegre e Procuradora Especial da Mulher. Contadora, Auditora. Presidente das Frentes “P.Alegre Sem Maus-Tratos aos Animais” e “P.Alegre Por Um Novo Pacto Federativo”. Deputada Federal Sup. 2015/18. Liderou Movimento "Carroças? Tem Solução! Inclusão Social Sem Sofrimento Animal"

01 maio 2021

Feliz Dia do Trabalhador

O trabalho dignifica as pessoas e seus mascotes.
Aos caes que auxiliam os humanos no trabalho.
1) Cães-guia são os olhos e ouvidos dos humanos, também salvam vidas e localizam pessoas.
2)Cães policiais geralmente chamados de K-9, são treinados especificamente para ajudar a polícia.
3)Cães de detecção
Têm sentidos excepcionais do olfato. Desse modo, eles são treinados para identificar uma determinada substância ou grupo de substâncias, restos humanos e muito mais.
4) Cães de trabalho militares
Semelhantemente aos cães policiais, os militares ajudam os membros das forças armadas em suas operações.
5) Cães de terapia
A terapia assistida por animais envolve o uso de cães de trabalho treinados e certificados como parte do plano terapêutico de um paciente.
6)Cães de busca e resgate
Os cães de busca e resgate têm grande agilidade e sentidos excepcionais de olfato e audição.
7) Cães de pastoreio Trabalham com ovelhas e gado. Ele é basicamente nascido para o trabalho, o que significa que é uma raça específica.

29 abril 2021

Continuamos em agenda presencial no gabinete.

Recebemos a visita da Vereadora Cleonice Zilli de São Nicolau/RS. Relembrando em agosto/2013, o caso Sr.Honório Zilli que morava na Ilha dos Marinheiros irmão da vereadora que se perdeu da família havia 40 anos e com ajuda da imprensa e de meu gabinete foi tudo resolvido e hoje ele está bem com a família em São Nicolau. Conheça a história: 

https://lourdesvereadora.blogspot.com/2013/08/apos-40-anos-pescador-volta-terra-natal_23.html?m=1&fbclid=IwAR12aibWLAeIcLCDB6BPEDlTWeT_p5gWZqGN7M26lArqRqY7ifTo95msyuU


Promulgada lei estadual que proíbe corridas de galgos no RS pelo Presidente da ALRS

Na semana passada, foi o Prefeito Sebastião Melo de Porto Alegre, que sancionou lei municipal de autoria da Vereadora Lourdes Sprenger, que proíbe corridas de caça ao coelho na capital, hoje foi a promulgação da lei de autoria do Dep. Gabriel Souza.
Na imagem a presença do cão Guri e o movimento em defesa dos galgos representado no evento.

Seminário "Causa Animal: Legislação e Políticas Públicas Protetivas Municipais”

Painel: "O Direito Animal no Poder Legislativo Municipal - Vereadora Lourdes Sprenger, Presidente Frente Parlamentar “Porto Alegre sem Maus-Tratos aos Animais”. Seminário “Causa Animal: Legislação e Políticas Públicas Protetivas Municipais” na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, 29 de abril de 2021.

ONG Bicho de Pé na Live Abril Laranja

Como presidente da Frente Parlamentar Porto Alegre Sem Maus Tratos aos Animais instalada março/2014, conversei com o advogado Alexandre Giordani, vice-presidente da Associação Pé de Chulé, ONG que se dedica a fazer um trabalho voluntário de educação, conscientização e resgate de cavalos na periferia da Grande Porto Alegre. Alexandre relatou casos de desnutrição, espancamento, desidratação, lesões, cortes, fraturas, e até olhos furados no lado esquerdo para andar no trânsito, o que demonstra a necessidade do engajamento das pessoas, legislação e fiscalização mais firmes para coibir este tipo de situação de maus-tratos. Salientamos que a Lei das Carroças não permite a tração animal na Capital. E que é preciso a conscientização do ser humano em relação ao convívio com outras espécies.

28 abril 2021

Mascote ‘Pirata’ reencontra policial que a resgatou de maus-tratos.

A Policial Civil Danielle Matos reencontrou a mascote ‘Pirata’ no Canil de Esteio. A mascote havia sido resgatada numa ação da Operação Arca, dirigida pelo Delegado Mario Souza, da 2ª Delegacia Regional Metropolitana, e agora vai para um Lar Temporário, para ser adotada.

Conheça o Projeto Bicho de Rua trabalho voluntário e a rede solidária de ajuda mútua aos animais em situação de rua.

Na terça-feira, 27/4, conversei com a Márcia Simch, coordenadora da ONG Projeto Bicho de Rua, que é uma entidade de Utilidade Pública, conforme projeto de lei de minha autoria, e que faz parte do programa Nota Fiscal Gaúcha, que reverte recursos para as entidades cadastradas. Já são quase 20 anos de realizações do projeto Bicho de Rua com várias ações pela causa animal, sempre de maneira voluntária e organizada, contribuindo para a sociedade, promovendo a adoção de animais, projetos de castração e campanha de ração. Através da rede de solidariedade, a Bicho de Rua auxilia quem atende e ajuda aos animais. Entre as iniciativas desenvolvidas durante a pandemia, foram distribuídas toneladas de rações para protetores independentes e para outras ONGs que também fazem trabalho responsável e voluntário junto aos animais de rua.

Live - Abril Laranja - Os desafios das ONGs de resgate e reabilitação animal

Os desafios das ONGs de resgate e reabilitação animal, esse será o assunto da nossa Live do dia 28/04, às 19 horas. Nosso convidado é o advogado e Vice-Presidente da ONG Pé de Chulé, Alexandre Giordani. Nos acompanhe nesta quarta-feira! Participe! A transmissão será pelos meus canais:

✅YouTube Vereadora Lourdes Sprenger

Agenda no gabinete

Recebi a militante Lídia Nogueira para a pauta de ações contra a violência às mulheres.


Dia Internacional do Cão-Guia

 

Observações para o cão guia, adoráveis, inteligentes e super companheiros.


1.Nao é um só mascote de estimação

Ele é um cão de trabalho e quanto mais for ignorado, melhor será para ele e para o seu tutor.

2.Não tocar, acariciar ou brincar

3.Não ofereça alimentos.

4.Se dirija a pessoa cega e não ao cão

5.Não se aproxime pela esquerda

Se um deficiente visual com cão guia lhe pedir ajuda, aproxime – se pela direita, de maneira que o cão fique a esquerda, pois ele foi treinado para isso. Neste caso, ele usará uma senha para indicar que o cão guia está temporariamente fora de serviço – você é o condutor nesse momento.

6.Não toque na guia

7.Não proíba a entrada

A Lei n° 11.126 (2005) é clara: a pessoa com deficiência visual usuária de cão-guia tem o direito de ingressar e permanecer com o animal em todos os locais públicos ou privados de uso coletivo.

27 abril 2021

Conheça o Projeto Bicho de Rua, trabalho voluntário e rede solidária de ajuda mútua aos animais em situação de rua

Nesta terça-feira, 27/4, conversei com a Márcia Simch, coordenadora da ONG Projeto Bicho de Rua, que é uma entidade de Utilidade Pública, conforme projeto de lei de minha autoria, e que faz parte do programa Nota Fiscal Gaúcha, que reverte recursos para as entidades cadastradas. Já são quase 20 anos de realizações do projeto Bicho de Rua com várias ações pela causa animal, sempre de maneira voluntária e organizada, contribuindo para a sociedade, promovendo a adoção de animais, projetos de castração e campanha de ração. Através da rede de solidariedade, a Bicho de Rua auxilia quem atende e ajuda aos animais. Entre as iniciativas desenvolvidas durante a pandemia, foram distribuídas toneladas de rações para protetores independentes e para outras ONGs que também fazem trabalho responsável e voluntário junto aos animais de rua.

Animais e tutores nos shoppings center.

Projeto de lei, de minha autoria, em pauta para votação alteração de lei antiga que proíbe animais em estabelecimentos comerciais. Considerando que os tutores se ambientaram, levando os mascotes aos shoppings e tendo regras estabelecidas e afixadas, não vejo motivos para proibir a entrada de animais, seguindo o protocolo de cada estabelecimento, desde o porte de animal permitido, vacinação, higiene e andar na guia, no colo ou em carrinho próprio.

50 anos da AGAPAN - Parabéns !

A Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (AGAPAN), foi criada em 27 de abril de 1971, em Porto Alegre, por iniciativa dos ambientalistas José Lutzenberger, Augusto Carneiro entre outros pioneiros na defesa do meio ambiente no RS. A manutenção e ações da ONG são realizadas 100% por voluntários, que dedicam parte do tempo e do conhecimento na conscientização e defesa do ambiente natural.

Vamos debater a Causa Animal

Na próxima quinta-feira, dia 29/4, a Assembleia Legislativa promove o seminário “Causa Animal: legislação e políticas públicas protetivas municipais”. O evento é voltado especialmente para legisladores/vereadores, mas todos os interessados no tema podem acompanhar. Para participar e garantir seu certificado inscreva-se pelo link: bit.ly/3ejA2Uo
Saiba mais no link: bit.ly/3nd9EQ9