quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Lourdes Sprenger encerra participação cultural no espaço da Câmara na 60a. Feira do Livro



A ONG Bicho de Rua encerrou a programação cultural proposta pela Vereadora Lourdes Sprenger (PMDB) no estande da Câmara Municipal da 60ª. Feira do Livro de Porto Alegre, na noite de quarta-feira (12/11), com a apresentação de dois de seus projetos: Barriguinha Cheia, destinado a doação de ração e o Projeto Protejer, voltado para os protetores de animais.

Para Lourdes, ações como as propostas pela Bicho de Rua, são um incentivo para a Causa Animal, “as protetoras são voluntárias, que muitas vezes não possuem recursos, desta forma é importante saberem que podem contar com os projetos desenvolvidos pela ONG”, afirmou.

Sônia Grisolia, publicitária e conselheira do Projeto Bicho de Rua, e Rosane Pereira, psicanalista da Clínica Trieb que, há cerca de três anos, vem tratando protetores em convênio com a ONG, trouxeram para o debate questões do bem-estar animal: o que é uma boa doação/adoção; um bom abrigo e como podemos conter o excesso de animais albergados.


Segundo a voluntária e fundadora da Bicho de Rua, Márcia Simch, a proteção animal passa pelo bem-estar dos protetores e voluntários envolvidos com a Causa. “Nosso trabalho é pela adoção sem preconceito, guarda responsável e esterilização como forma de controle da população de animais abandonados”, explicou. Disse ainda, que a proposta da ONG não é a criação de abrigos ou de fornecer o recolhimento de animais, mas sim apoiar quem opta por auxiliar os animais.