terça-feira, 3 de maio de 2016

Comissões da Câmara Municipal de Porto Alegre debatem acesso a remédio em posto de saúde da Restinga

Foto: Divulgação Gabinete
As comissões de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) e de Urbanização, Transporte e Habitação (Cuthab), com a participação da Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh), se reuniram, nesta terça-feira (3), para discutir a falta de atendimento em posto de saúde do Bairro Restinga. Os moradores da Ocupação Vida Nova, situada na Estrada do Rincão, reclamam que não têm acesso a medicamentos do posto por não terem como comprovar residência, já que suas moradias são irregulares. O local abriga 1,5 mil pessoas.

A gerente distrital da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) na Restinga, Rosana Santos, explicou que a pasta iniciou um processo de cadastramento das ocupações, o que permite a retirada de remédios. Rosana ainda acrescentou que todos os usuários estão sob responsabilidade da Secretaria. Ao final, um dos encaminhamentos dos vereadores foi a solicitação para que a SMS emita uma instrução normativa determinando que todas as ocupações da cidade recebam atendimento em saúde. A presidente da Cosmam, Lourdes Sprenger (PMDB), enfatizou que os postos de saúde devem ter acesso ao cadastro das ocupações. Também ficou definido que será agendada uma nova reunião para tratar do atendimento integral em saúde para os moradores das vilas irregulares.


Lourdes destacou a importância do investimento em saúde, principalmente na rede de atenção básica, para prevenir doenças graves, que geram custos mais altos para a administração pública.